13 DE MAIO É DIA DE PRETO VELHO

No dia 13 de Maio é comemorado o dia da assinatura da lei Aurea quando relembramos a histórica “Abolição da Escravatura” no Brasil, e na umbanda comemora-se o “Dia do Preto Velho”.

Os Pretos Velhos representam o espírito de superação e transcendência de toda a tortura e sofrimento vividos por escravos no passado; quando homens negros eram tratados como objetos de comércio e lucro dos grandes senhores.


Os Pretos Velhos

Preto-velho na Umbanda, são espíritos que se apresentam em corpo fluídico de velhos africanos que viveram nas senzalas, majoritariamente como escravos que morreram no tronco ou de velhice, e que adoram contar as histórias do tempo do cativeiro. Sábios, ternos e pacientes, dão o amor, a fé e a esperança aos “seus filhos”.

Os Pretos Velhos após sucessivas reencarnações transformam-se em espíritos de luz e guias mediúnicos muito eficazes para trabalhar em diversos setores. Pretos Velhos são espíritos guias de elevada sabedoria, feiticeiros poderosos que dominam a “arte” do uso das ervas para trabalhar medicamentos espirituais e feitiços em diversas áreas.



Espíritos misericordiosos, não costumam deixar de atender aos pedidos de seus filhos, por isso não deixe de entregar suas oferendas com seus pedidos neste dia.



São os Mestres da sabedoria e da humildade. Através de suas várias experiências, em inúmeras vidas, entenderam que somente o Amor constrói e une a todos, que a matéria nos permite existir e vivenciar fatos e sensações, mas que a mesma não existe por si só, nós é que a criamos para estas experiências, e que a realidade é o espírito. Com humildade, apesar de imensa sabedoria, nos auxiliam nesta busca, com conselhos e vibrações de amor incondicional. Também são Mestres dos elementos da natureza, a qual utilizam em seus benzimentos.

A grande maioria dos terreiros de Umbanda, assim também suas entidades possuem a fé Cristã, ou seja, acreditam e cultuam Jesus (Oxalá). Entidades aqui tomada no sentido de espíritos que auxiliam aos encarnados, o mesmo que guia de luz.

A característica desta linha seria o conselho, a orientação aos consulentes devido a elevação espiritual de tais entidades, são como psicólogos, receitam auxílios, remédios e tratamentos caseiros para os males do corpo e da alma.

Os Pretos Velhos seriam as entidades mais conhecidas nacionalmente, mesmo por leigos que só ouviram falar destas religiões Afro-Brasileiras. O Preto Velho é lembrado também pelo instrumento que normalmente utiliza – o cachimbo.

Os nomes de alguns Pretos Velhos comuns de que se tem notícia são Pai João, Pai Joaquim de angola, Pai José de Angola, Pai Francisco,Vovó Maria conga, Vovó Catarina. Pai Jacó, Pai Benedito, Pai Anastácio, Pai Jorge, Pai Luis, Mãe Maria, Mãe Cambina, Mãe Sete Serras, Mãe Cristina, Mãe Mariana, Maria Conga, Vovó Rita e etc.

Na Umbanda os Pretos Velhos são homenageados no dia 13 de maio, data que foi assinada a Lei Áurea, a abolição da escravatura.

Faça você mesmo sua oferenda a sua oferenda para Preto Velho no terreiro.
Ingredientes:
1 copo de café preto forte sem açúcar; 1 copo de cachaça com melado de cana-de-açucar, ou vinho moscatel doce; 1 broa de milho (fatiada) com bastante erva doce que você deve preparar e cobrir com côco ralado; 3 margaridas brancas; 3 cigarros de palha; 3 velas bicolores pequenas (preta e branca); 7 galhos pequenos de alecrim fresco para colocar entre as fatias da broa de fubá.
Preparo:
Coloque a broa sobre um prato (papelão preferencialmente), e distribua os outros ingredientes de forma harmoniosa em um jardim, mata ou praça. O café  e a cachaça podem ser despejados ao redor da oferenda e não esqueça de recolher os copos. Faça uma prece para que os pretos velhos ajudem com seus pedidos. Acenda as velas ao redor, com cuidado para não provocar incêndios e siga sem olhar para trás.

Masculinos:

Pai Agostinho;
Pai Joaquim;
Pai Francisco;
Pai Maneco;
Pai João;
Pai José;
Pai Mané;
Pai Antônio;
Pai Roberto;
Pai Cipriano;
Pai Tomaz;
Pai Jobim;
Pai Roberto;
Pai Guiné;
Pai Jacó;
Pai Cambinda;
Pai Benedito;
Pai Joaquim;
Pai Ambrósio;
Pai Fabrício;
Tio Antônio;
Vô Benedito;
Velho Liberato
etc…
Femininos:

Vó Cambinda;
Vó Bibiana;
Vó Cecília;
Vó Irina;
Vó Maria Conga;
Vó Catarina;
Vó Ana;
Vó Sabina;
Vó Quitéria;
Vó Benedita;
Vó Iriquirita;
Vó Leopondina;
Vó Filomena;
Vó Joana;
Vó Joaquina;
Vó Rita;
Vó Mariana;
Vó Guilhermina;
Mãe Benta;
Mãe Maria;
etc…


Fonte: Wikipedia

0 comentários:

Like us

Seguidores Plus